Dia do Teste de Software: Conheça a data e saiba como surgiu

O Dia do Teste de Software é uma data conhecida por comemorar os avanços da testagem de programas e aplicativos, serviço indispensável para tornar a experiência do usuário a melhor possível.

Indo além disso, a data marca a criação de um ambiente ágil e focado no que realmente importa: produtos e serviços acessíveis para todas as pessoas e empresas, independentemente dos computadores, notebooks, smartphones e outros dispositivos conectados à internet.

A partir disso, o serviço está relacionado à entrega de soluções digitais mais acessíveis, deixando de ignorar pequenas empresas e usuários até então excluídos durante o processo de programação e desenvolvimento de sistemas, programas e aplicativos.

Para entender melhor sobre a história e a importância do Dia do Teste de Software, a Auditeste preparou este artigo e reuniu todas as informações que você precisa!

 

Qual é a data do Dia do Teste de Software?

A data do Dia do Teste de Software é celebrada anualmente em 20 de fevereiro desde 1979.

Naquele ano, o específico dia marcou o lançamento do livro “The Art of Software Testing”, do autor americano Glenford Myers, que trouxe os parâmetros usados até hoje para medir a qualidade e acessibilidade de programas e aplicativos.

Mesmo após quase quarenta e cinco anos desde a primeira publicação, o livro ainda recebe reedições para atualizar o conteúdo e apresentar as técnicas mais importantes na hora de avaliar e diagnosticar ferramentas digitais.

 

História do Dia do Teste de Software

O Dia do Teste de Software é uma data que relembra a publicação de “The Art of Software Testing” de Myers e comemora os avanços que apenas a testagem de softwares e apps proporciona às empresas e à sociedade.

Até 1979, os programadores não tinham os parâmetros necessários da testagem de softwares e raros eram os livros que aprofundaram e garantiram conhecimentos úteis.

Assim ficou até a publicação do primeiro livro de Glenford Myers, que se tornou um divisor de águas e popularizou técnicas usadas até hoje, como os testes de performance, os conceitos de teste caixa preta e branca, entre outras alternativas.

A partir da sua importância para toda a comunidade, o dia 20 de fevereiro, data que marca a publicação do livro, passou a ser celebrado como Dia do Teste de Software. Embora não seja oficializada, muitos desenvolvedores usam a data para falar da importância do teste de software e popularizar ainda mais a prática entre pequenas, médias e grandes empresas.

 

Mais informações sobre “The Art of Software Testing”

A primeira edição de “The Art of Software Testing” é marcada pela sugestão de colher feedbacks dos próprios usuários. Na prática, Myers orienta que mesmo uma pessoa sem conhecimento de programação deve opinar sobre a futura solução digital.

Em sua segunda edição, o autor americano apresenta conceitos atualizados e novas formas de realizar a testagem de softwares e apps. Porém, desta vez ele passa a dar importância nos ciclos de processo.

Assim, as técnicas passam a focar em diferentes etapas de desenvolvimento e há a divisão entre desenvolvedores e testadores, tendo papéis diferentes na criação de um programa.

Em sua terceira edição, o autor Glenford Myers atualiza os parâmetros até então utilizados e traz exemplos de testagem de aplicativos nos tantos dispositivos móveis oferecidos.

Ele também explora a testagem de programas conectados à internet e o uso do teste colaborativo, onde os usuários experimentam e enviam feedbacks sobre a sua própria experiência.

 

Importância do Teste de Software

O teste de software é necessário para garantir ao usuário uma boa experiência em todas as etapas da conversão, seja antes, durante ou mesmo após ter concluído um serviço ou comprado um produto.

Com isso, o processo de testagem vai muito além da checagem de erros ou da solução de problemas. 

No cotidiano, os testes de softwares se destacam por verificar os processos internos e assegurar que não haja entregas inconsistentes.

Do ponto de vista operacional, a testagem evita que falhas sejam cometidas ou erros passem despercebidos, impedindo que entregas não tenham uma perda de qualidade.

A partir disso, os aplicativos e softwares seguem testes de alto nível para que todos os requisitos de qualidade sejam estabelecidos e alcançados antes de determinada operação seja definida como finalizada.

Na ótica de um grande banco, por exemplo, a entrega de uma solução que tenha conflitos ou proporcione uma experiência pouco satisfatória compromete a reputação da empresa. Portanto, o teste de software certifica que esses erros não aconteçam.

Fora isso, também vale destacar que o teste de software também chama atenção por sustentar um ambiente digital mais democratizado. Isto é, os usuários passam a contar com programas e apps acessíveis, independente do dispositivo conectado à internet.

Inclusive, este é o grande destaque do teste de software: a redução da desigualdade digital e garantia de uma boa experiência aos usuários, especialmente entre os clientes e as empresas que dão os primeiros passos no mundo digital.

 

Teste de software no Brasil

O teste de software no Brasil se tornou uma prioridade entre as grandes empresas e multinacionais a partir dos anos 2000 devido ao “bug” do milênio. Após este boom de procura, a área de teste de software cresceu, mas ainda era carente de especialistas.

Neste cenário, o empreendedor e especialista em testes de softwares, José Antônio Gomes Ramos, fundou a Auditeste, empresa especialista em qualidade de software há mais de 20 anos no mercado nacional.

Atualmente, a empresa é especialista em diferentes tipos de testagem e serviços. Entre eles estão:

  • Testes automatizados;
  • Testes manuais;
  • Testes funcionais e não funcionais;
  • Testes mobile;
  • Fábrica de Testes;
  • Consultoria;
  • Alocação de profissionais especializados.

Justamente por isso, nós da Auditeste aproveitamos a data para agradecer a confiança neste Dia do Teste de Software!

Gostou do conteúdo ou quer saber mais sobre teste de software? Então não deixe de escrever a sua opinião nos comentários!

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *
Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>