Mulheres na tecnologia: história, exemplos e o que esperar

Mulheres na tecnologia: história, exemplos e o que esperar

 

O protagonismo das mulheres na tecnologia está cada vez mais em pauta dentro das pequenas, médias e grandes empresas, e até mesmo a sociedade tem debatido a participação das mulheres nas novas soluções digitais.

Ainda assim, mesmo sendo a maioria nos cursos de educação superior, as mulheres representam apenas 13,3% dos alunos de Computação e Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), de acordo com a pesquisa “Estatísticas de Gênero: indicadores sociais das mulheres no Brasil”.

A mesma pesquisa ainda indica que a participação feminina em cursos superiores voltados à educação e saúde é maior. Embora não haja problema, essa informação ressalta que a sociedade ainda condiciona um padrão limitante entre as mulheres.

Felizmente, o papel das mulheres na tecnologia muda a cada novo dia e hoje é possível ver avanços significativos ao longo dos anos. No artigo de hoje, a Auditeste relembra a participação feminina na tecnologia e traz insights otimistas sobre o futuro!

 

Participação feminina na tecnologia

A participação feminina na tecnologia acompanhou as novas soluções da sociedade e, em todos os exemplos, sempre mostraram a importância de ter uma mulher como referência dentro da área.

Isto é, ao ver grandes empreendedoras e referências em determinados assuntos, as mulheres mais jovens viram exemplos e almejaram diferentes funções com mais afinco.

Inclusive, justamente essa participação pioneira criou diferentes coletivos e projetos que seguem até hoje com o propósito de aumentar a adesão das mulheres na tecnologia.

Fora isso, vale destacar que a parcela crescente das mulheres em funções mais decisivas fez com que grandes empresas revissem o próprio quadro de colaboradores.

Assim, ao invés de buscar padrões de funcionários, as grandes empresas passaram a ter vagas para as profissionais menos favorecidas, como mulheres e, principalmente, mulheres negras.

 

Exemplos de mulheres na tecnologia

Há milhares de mulheres na tecnologia com histórias marcantes e contribuições inigualáveis à sociedade. Entre alguns exemplos, vale destacar alguns nomes.

Veja abaixo as maiores protagonistas femininas na tecnologia!

1. Ursula Burns

Ursula Burns é uma das maiores empreendedoras da história, sendo a primeira mulher negra que chefiou uma das 500 maiores empresas do mundo. Atualmente, ela lidera a Xerox, empresa de tecnologia mundialmente conhecida.

2. Nina Silva

Nina Silva é brasileira e atual CEO do movimento Black Money, que facilita a participação de mulheres negras em situação de vulnerabilidade ao mercado de trabalho, mais especificamente na área de tecnologia.

3. Ginni Rometty

Ginni Rometty é uma executiva de negócios dos Estados Unidos e conhecida mundialmente por ser a primeira mulher líder da IBM, maior empresa de tecnologia do mundo. Ela ficou à frente da empresa entre 2012 a 2020, e saiu apenas para se aposentar.

 

Pesquisas sobre as mulheres na tecnologia

Entre todas as pesquisas sobre as mulheres na tecnologia, uma das mais completas é o estudo Women in Technology, do instituto de recrutamento e seleção Michael Page. Nele, os dados mostram as principais razões da pouca presença feminina na área da tecnologia.

De acordo com as informações, as razões por trás da pouca participação feminina na área da tecnologia são:

  • 17% falta de experiência necessária para ocupar o cargo;
  • 25% escassez de talento feminino com o conhecimento exigido;
  • 37% falta de oportunidade para o talento feminino;
  • 38% falta de inscrições por parte das mulheres.

Especialmente no Brasil, a pouca participação feminina na área da tecnologia se dá pela falta de estrutura do próprio mercado de trabalho.

Segundo o estudo Women in Technology, o Brasil não tem inspiração ou conta com modelos a serem seguidos. Para 47% das mulheres ouvidas, isso justifica a baixa adesão das mulheres à área.

 

Projetos inclusivos de mulheres na área da tecnologia

Há diferentes projetos voltados à inclusão de mulheres na área da tecnologia e muitos deles são 100% gratuitos. Em casos mais comuns, eles buscam mulheres em condições de vulnerabilidade social, como mulheres negras e trans.

Abaixo, você confere alguns projetos que buscam aumentar a participação feminina na tecnologia.

InfoPreta

A InfoPreta presta serviços na área de Tecnologia da Informação (TI) e agrega mulheres e pessoas LGBTQI+. Graças a prestação de serviços, o projeto realiza cursos e workshops frequentemente, além de doar notebooks para mulheres em graduações superiores que não têm como estudar.

PrograMaria

Um dos projetos brasileiros mais conhecidos, o PrograMaria promove a participação das mulheres na tecnologia em diferentes áreas, como programação, gamificação, manutenção de TI, entre outros tantos exemplos.

Além disso, o projeto também promove ações de educação empreendedoras entre mulheres, realiza debates sobre a falta de mulheres na área da tecnologia e encabeça cursos gratuitos de programação.

{reprograma}

O {reprograma} é uma iniciativa focada no impacto social positivo e o principal mote do projeto é ensinar a programação prática para mulheres que não têm oportunidades de aprender em cursos, graduações, entre outras iniciativas.

Live mulheres na tecnologia

Com a participação das account managers da Auditeste, Silvia D’Angelo e Ana Paula, e da Scrum Master na Deal Technologies, Vanessa Lima, a live Mulheres na Tecnologia debateu a atual e a futura inclusão feminina na área.

Indo além dos exemplos das grandes empresas, as três veteranas da área trouxeram exemplos mais tangíveis e comuns em pequenas e médias empresas.

Com isso, apresentaram formas mais práticas de lidar e, acima de tudo, tornar a adesão feminina na área da tecnologia a maior possível.

Portanto, caso queira saber mais e entender ainda mais sobre a inclusão das mulheres na tecnologia, não deixe de conferir a live!

 

Gostou do conteúdo ou quer saber mais sobre o protagonismo feminino na área da tecnologia? Então não deixe de escrever a sua opinião nos comentários!

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *
Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>