O 5G não é uma evolução, é uma revolução tecnológica

Sucessor do 4G, o 5G é uma frequência de onda que permite uma conexão até cem vezes mais rápida do que a conexão da geração anterior. Além disso, o 5G já é uma realidade em diversos países como China, Estados Unidos, Alemanha e Japão e tem previsão para chegar em todas as capitais do Brasil até julho de 2022. Em 2028, a meta é que a cobertura dessa tecnologia abranja todas as regiões do país.

O primeiro passo para essa revolução no setor de telecomunicação brasileira foi o leilão dos blocos de frequência de transmissão promovido por uma parceria entre a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) e pelo Ministério de Comunicações, que ocorreu no último dia 5 de novembro.

Na prática, as frequências são percursos por onde as redes móveis são transmitidas. Isso significa que, com o leilão dos blocos de frequência, as empresas terão o direito de explorar comercialmente esses percursos invisíveis nas regiões adquiridas, por meio da venda de pacotes de internet 5G nesses locais. Além disso, as empresas compradoras também assumirão algumas responsabilidades fundamentais para promover melhorias importantes para o setor de telecomunicações no Brasil, democratizando de forma gradual o acesso à rede no país.

 

Quais são as mudanças proporcionadas pela tecnologia 5G

O leilão do 5G possibilitará mais investimentos para ampliar a infraestrutura de conectividade do Brasil – tendo em vista sua dimensão continental – e também tem a intenção de fomentar os investimentos no setor de telecomunicações do país.

Além disso, as empresas compradoras assumiram algumas responsabilidades ao adquirir os blocos de frequência. Entre elas estão: levar cobertura 5G a todas as capitais e cidades com mais de 30 mil habitantes; garantir internet 4G nas rodovias federais e localidades ainda sem conexão; implantar rede de fibra óptica em locais com pouca ou nenhuma infraestrutura de conectividade; implantar o Programa Amazônia Integrada e Sustentável (PAIS) e o projeto da rede privativa de comunicação da Administração Pública Federal; custear a migração da TV parabólica para TV via satélite; investir em projetos de conectividade em escolas.

Entre as vantagens oferecidas pela tecnologia 5G estão: a possibilidade de ter mais aparelhos conectados à rede; maior rapidez na conexão, possibilitando que a troca de informações e de mensagens aconteça mais rapidamente, e que vídeos e jogos rodem de forma mais ágil; e a maior capacidade de banda larga.

Isso também significa que áreas como a da telemedicina e linhas de produção automatizadas em indústrias sofrerão um impacto positivo com a maior rapidez oferecida pela conexão de quinta geração.

O agronegócio, setor importante para a economia do país, também será beneficiado pelo 5G à medida que ampliará as áreas alcançadas pela internet e, consequentemente, permitirá o uso de máquinas ainda mais modernas que aumentarão a produtividade nesse setor.

Além disso, vale mencionar que a previsão para 2022 é de que 80% do conteúdo escoado na internet seja em formato de vídeo, já que os consumidores estão passando a ser também geradores de conteúdo. Essa utilização em grande escala, característica da Era da Internet das Coisas, também demandará uma conexão mais rápida e eficiente.

Outro ponto positivo da tecnologia 5G é que as operadoras estão buscando meios para torná-la mais confiável em relação às gerações anteriores, o que é fundamental considerando o alarmante número de casos de vazamentos de dados e informações privadas que ocorrem na atualidade.

Vale lembrar que, atualmente, apesar de poucos smartphones serem compatíveis com a tecnologia 5G, não é necessário preocupação. A implantação dessa tecnologia será feita de forma gradual e as coberturas de terceira e quarta geração, o 3G e o 4G, continuarão simultaneamente ativas no território nacional.

 

Veja quem são as operadoras por trás desta compra

O leilão movimentou o valor astronômico de 47,790 bilhões de reais, superando o do 3G, que movimentou cerca de 7 bilhões, e o do 4G de 12 bilhões, tornando-se, até agora, o maior leilão de 5G do mundo, de acordo com especialistas no assunto.

 

A seguir, confira quem são as empresas responsáveis por essa movimentação bilionária:

  • Vivo, Claro e Tim
  • Algar Telecom
  • Sercomtel
  • Winity II Telecom
  • Brisanet
  • Consórcio 5G Sul
  • Cloud2u
  • Neko Serviços

 

Gostou do conteúdo? Não esqueça de nos seguir nas redes sociais e visitar nosso blog para manter-se atualizado sobre as principais novidades e notícias do universo tecnológico!

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *
Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>