O que é a ferramenta Robot Framework e como ela funciona?

O Robot Framework é uma estrutura de automação de código aberto genérica para desenvolvimento orientado a testes de aceitação (ATDD) e automação de processos robóticos (RPA).

Seus recursos de teste podem ser estendidos por bibliotecas de teste implementadas como Python ou Java, e os usuários podem criar novas palavras-chave de nível mais alto a partir de palavras-chave existentes usando a mesma sintaxe usada para criar casos de teste.

O projeto do Robot Framework está hospedado no GitHub, onde você pode encontrar mais documentação, código-fonte e rastreador de problemas. Downloads são hospedados no PypI.

O Robot Framework propõe automação genérica de testes, ou seja, você pode automatizar sites, webapps, APIs, desktop, mobile, etc, tudo em um único framework. Ele não exige conhecimento específico em linguagem de programação, pois o objetivo dele é tornar os testes mais reaproveitáveis e fáceis com a abordagem keyword-driven, onde qualquer tester/QA pode ser automatizado mesmo sem técnicas complexas.

 

As bibliotecas do Robot Network

As bibliotecas de teste oferecem recursos reais de teste para o Robot Framework fornecendo palavras-chave. Existem diversas bibliotecas padrões que são empacotadas com o framework, e várias bibliotecas externas desenvolvidas separadamente que podem ser instaladas com base em suas necessidades.

Não há complexidade para que cada usuário possa desenvolver a sua própria biblioteca de teste e agregue valor à ferramenta.

 

Ferramentas do Robot Network

As ferramentas de suporte do Robot Network são utilizadas para facilitar todo o processo de testes realizados, como edição, construção, execução e outros procedimentos.

A maioria das ferramentas é desenvolvida separadamente, mas muitas delas são incorporadas ao próprio framework.  As principais são:

 

Ferramentas de execução

  • Rebot: ferramenta geradora de logs e relatórios baseados XML, além de possuir a função de combinar várias saídas juntas;
  • Tidy: ferramenta que limpa e altera o formato dos arquivos de dados de teste do Robot Framework;
  • Libdoc: ferramenta utilizada para parar gerar documentação de palavras-chave para bibliotecas de teste e arquivos de recursos;
  • Testdoc: ferramenta que gera documentação HTML de alto nível com base nos casos de teste do Robot Framework.

As linguagens de Programação para estudar em 2020;

 

Ferramentas de edição

  • Ride: editor de dados de teste Standalone Robot Framework;
  • Eclipse Plugin: plugin do Robot Framework para Eclipse IDE;
  • Robot Plugin for Intellij IDEA: utilizado por editors baseados em Intellij IDEA pela Jive Software;
  • Sublime Plugin: plugin utilizado para Sublime Text 2;
  • Vim Plugin: plugin vin para desenvolvimento com o Robot Framework;
  • Gedit: Sintaxe destacada para o Gedit;
  • Notepad++: Sintaxe destacadas para o notepad++;
  • Intellisense for Visual Studio Code: uma extensão de código do Visual Studio que suporta o desenvolvimento do Robot Framework.

 

Ferramentas de construção

  • Plugin Jenkins: plugin para coletar e publicar os resultados do teste do Robot Framework em Jenkins.
  • Tarefa Ant: Tarefa Ant para executar testes do Robot Framework;
  • Plugin Maven: Plugin Maven para usar o Robot Framework.

Aprendendo Programação Python;

 

Robocon

A Robocon é a conferência anual do Robot Framework. Organizada pela primeira vez em janeiro de 2018, em Helsinque, na Finlândia, o evento tornou-se um sucesso em seu primeiro ano de existência.

A conferência contou com ótimas apresentações. Foram mais de 250 participantes e diversas iniciativas para o desenvolvimento da ferramenta.

A próxima Robocon acontecerá no primeiro semestre de 2021, mais informações clique aqui.

 

CompartilharShare on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Email this to someone

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *
Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>