Cibersegurança 2024: o que esperar das principais ameaças

Com o ano novo iniciando, os olhos e atenção de todos os responsáveis pela segurança da informação e equipe de TI de empresas se voltam para se preparar para o que que está por vir. Se planejar para o futuro é a melhor forma de estar preparado para o que pode acontecer. E, se tratando de segurança cibernética, isso não poderia ser diferente.

Especialistas da NordVPN e da Kaspersky divulgaram recentemente o levantamento que fizeram sobre as principais ameaças à cibersegurança 2024.  Neste conteúdo separamos algumas delas e algumas dicas do que fazer para se proteger.

Então, se você quer começar o ano de 2024 preparado e seguro, continue lendo este conteúdo até o final para ficar por dentro de tudo! Confira.

Principais ameaças a cibersegurança 2024

As previsões para a cibersegurança 2024 feitas pela NordVPN têm base em fóruns de hackers da dark web. Especialistas da empresa examinaram tópicos que hackers mais frequentavam e engajaram, e com isso, conseguiram separar dados que mostram como pode ser o ano de 2024.

Dentre as ameaças encontradas nos fóruns, está o roubo de dados. Segundo a NordVPN, 55% dos tópicos de discussão se concentraram no vazamento de dados. Esses dados incluem endereços pessoais, e-mails, números de documentos, logins de redes sociais, entre outros.

Isso alerta para a violação de dados de empresas, que, se cair em mãos erradas, podem ser vendidos em grandes pacotes para cibercriminosos, colocando a segurança e a saúde financeira da empresa em grande risco.

Já o relatório da Kaspersky alerta para o crescente e alarmante número de casos de ameaças financeiras, impulsionadas principalmente pela IA, mas também com a automação aumentada.

Nos tópicos abaixo você confere algumas outras ameaças para cibersegurança 2024 de forma um pouco mais detalhada. 

Uso de IA de forma maliciosa

2023 com certeza foi marcado pelo ano da Inteligência Artificial. Não que essa tecnologia tenha sido desenvolvida agora, mas certamente foi o ano em que mais foi explorada, até o momento. E, ao que tudo indica, ela continuará forte em 2024, mas não do jeito que esperávamos. 

Como citado acima, a Inteligência Artificial será usada para aprimorar e aumentar os ataques à empresas financeiras, mas não para por aí! Os cibercriminosos irão usar a IA e os modelos de linguagem (LLMs) com IA para aperfeiçoar diversos ataques, como por exemplo, o phishing. 

Se até pouco tempo atrás uma das formas de identificar esse golpe era através dos erros ortográficos e erros de digitação, as LLMs com IA podem acabar com isso. IAs como o ChatGPT, por exemplo, podem gerar textos sem erros, o que pode complicar a identificação de phishing, tornando as mensagens mais reais.

O uso da Inteligência Artificial também será muito comum em golpes de engenharia social. Com ferramentas que utilizam essa tecnologia, tornou-se fácil gerar áudios e vídeos falsos que se parecem reais. Usando vozes, rosto e corpo de pessoas reais.

Os deepfake, vídeos falsos usando pessoas reais através da IA, já é algo que apresentou muitos problemas para a segurança cibernética em 2023 e a tendência é só piorar no próximo ano. 

Hackers amadores

Por conta das inúmeras ferramentas facilitadoras para o desenvolvimento de ataques e golpes cibernéticos, o número de hackers amadores ameaça crescer consideravelmente no próximo ano e isso preocupa os profissionais da segurança.

Já existem diversos meios de realizar ataques cibernéticos sem exigir muito conhecimento do cibercriminoso. Ao mesmo tempo que a tecnologia evolui para auxiliar pessoas de bem, também evolui para o uso malicioso. 

Extorsão de ransomware

Novas formas de extorsão através de ransomware também serão grandes ameaças para 2024. Elas já foram colocadas em prática em 2023, mas a previsão é de que o número dessa prática aumente ainda mais.

A grande parte dos grupos de ransomware são focados em instituições financeiras, por isso, o novo método agora é exigir resgate não só da vítima direta do ataque, mas também dos clientes da vítima. Assim, eles têm maior poder de extorsão e garantem maior resgate.

Como se proteger

Algumas ações que podem ajudar a manter a cibersegurança 2024 do seu negócio, e também a sua pessoal, é manter aplicativos e sistemas operacionais atualizados. Essas atualizações, muitas vezes auxiliam no reparo de bugs e pontos fracos na segurança.

Quando essas brechas não são corrigidas, seu negócio fica mais vulnerável e suscetível a ataques hackers.

Para logins e acessos online, use a autenticação multifatorial (MFA). Ela não irá proteger 100% o seu negócio, mas irá dificultar o acesso dos cibercriminosos ou pessoas com intenções maliciosas. Isso porque ela cria diversas camadas de segurança.

E, por último, mas definitivamente não menos importante: realize testes! Testar é a melhor forma de garantir que a segurança do seu negócio está em dia. Com testes é possível detectar brechas e falhas na segurança e saber como repará-las.

A Auditeste é especialista em testes e em tornar produtos um sucesso! Entre em contato para saber como podemos ajudar. 

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Artigos relacionados

    PT